Toquinho conhece sua punição: está cortado do UFC (atualizado)

Alexandre Matos

10 de outubro de 2013

Menos de 24 horas depois do incidente, Dana White anuncia que Toquinho junta-se a Paul Daley na lista de atletas que nunca mais lutarão no UFC.

Ao segurar demais a chave de calcanhar aplicada contra Mike Pierce, Rousimar Toquinho viu sua vitória espetacular no UFC Fight Night: Maia vs Shields de ontem cair em desgraça tão rapidamente quanto o tempo que ele levou no octógono. Logo após o evento, ao anunciar os ganhadores dos bônus de performance, os oficiais do UFC informaram que o bônus de submissão da noite não seria pago ao brasileiro por “conduta antidesportiva”. Minutos depois, Dana White disse que esta não seria a única punição a Palhares. A decisão foi tomada nesta quinta-feira e a situação não ficou nada boa para o meio-médio da Team Nogueira.

Mike Pierce berra de dor, o árbitro tenta parar, mas Toquinho não larga a chave de calcanhar (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC)

Mike Pierce berra de dor, o árbitro tenta parar, mas Toquinho não larga a chave de calcanhar (Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC)

Em entrevista a Jeremy Schaap na ESPN2 americana, o presidente Dana White deu o veredito final para o caso. Toquinho agora junta-se a Paul Daley na lista dos lutadores banidos do UFC por antidesportividade. Aparentando tranquilidade em sua decisão, White falou:

“Se vocês já assistiram a um evento do UFC, sabem que a camaradagem é fantástica neste esporte. Nós tivemos um incidente com um cara chamado Paul Daley, da Inglaterra, que acertou alguém após a luta ter acabado. Nós o cortamos e ele nunca mais vai lutar no UFC novamente. E este foi o segundo incidente que tivemos com Palhares onde ele tinha a chave e não soltou. Mas eu estou cortando-o também. Ele chegou ao fim.”

Em 2010, contra Tomasz Drwal, no UFC 111, Toquinho já havia sido punido pelo mesmo comportamento. Na ocasião, o UFC suspendeu o lutador por 90 dias por também não ter soltado a perna do polonês após uma chave de calcanhar. A reincidência custou caro ao lutador que acabou de voltar de suspensão por doping após ter sido nocauteado por Hector Lombard, em dezembro de 2012.

Ao olhar para a carreira do mineiro, percebe-se que os incidentes no UFC não foram os únicos. Em 2007, no Floripa Fight 3, Toquinho seguiu apertando Helio Dipp Jr. num mata-leão mesmo com o árbitro praticamente lhe implorando para largar. Na luta seguinte, ele não largou uma chave de calcanhar sobre Flavio Moura, no Fury FC 4, ainda que tenha a desculpa desta vez de ter sido golpeado com chutes ilegais.

O caso desta quarta-feira é indefensável. Toquinho travou a chave de calcanhar e Pierce imediatamente bateu com inúmeros tapinhas na perna do brasileiro. O árbitro Keith Peterson mergulhou e recebeu os tapinhas de Pierce. Neste momento, é possível perceber que Toquinho dá mais uma pressão mesmo com Peterson em trabalho vertiginoso de encerramento de combate (confira no replay do segundo vídeo nesta página). Fica até difícil continuar bancando que Toquinho fez sem maldade.

ATUALIZAÇÃO: Apesar de ter sido explícito na entrevista à ESPN sobre o fato de Toquinho nunca mais lutar no UFC, Dana White mudou de ideia e abrandou o discurso. Ao site MMA Fighting, o dirigente disse que o brasileiro foi “dispensado”.

Foto: Jason Silva/USA TODAY Sports

Quem escreve

Alexandre Matos

Editor-chefe do MMA Brasil, responsável pela idealização e construção do site.

Alexandre Matos já publicou 1316 matérias no MMA Brasil

68 Comentários em "Toquinho conhece sua punição: está cortado do UFC (atualizado)"

  1. Daniel Matos disse:

    Na moral? Bem feito! E não venham com essa ladainha de que é um coitadinho que teve história difícil e não tem um grau de instrução elevado. Esse tipo de coisa está relacionada com o caráter e a inteligência das pessoas. Em caso de reincidência, o limbo é mais do que justo. E com reincidência quadruplicada, já foi tarde.
    Sem mais, meritíssimo.

  2. Daniel Matos disse:

    E o outro deveria ir junto por ainda cair nesse golpe do Toquinho. Cara faz um camp de não sei quantos meses contra um lutador unidimensional (como lembraram aí em cima) e ainda cai com 30 segundos de luta na única arma do oponente? Limbo também. rs

  3. esse magnata deveria ter mais respeito, pois ao menos no MMA somos a maior potência mundial, esses imperialistas sempre sugando dos outros o que eles ñ tem, forjando guerras p/ tomar petróleo usando ONGS pra invadir a Amazônia e etc… um esporte q + cresce no mundo ñ pode ser dominado por um homem.

  4. o MMA ñ pode ser dominado por um único homem.
    guerra ao ufc abaixo ao magnata!

Assine o feed dos comentários

Deixe seu comentário

*

Desenvolvido por Fernando Acosta